A PagueVeloz é parceira do Hire: aplicativo de relacionamento profissional
08/08/2016
As vantagens da antecipação automática de recebível
07/02/2017

Saiba mais sobre a nova plataforma de boletos instituída pela FEBRABAN

A FEBRABAN (Federação Brasileira dos Bancos), em conjunto com a rede bancária, está instituindo a Nova Plataforma de Cobrança, um sistema que promete modernizar o processo de liquidação e compensação de boletos bancários, trazendo mais segurança e agilidade tanto para os emissores quanto aos pagadores.

Além das medidas regulamentadas pelo Banco Central de que todo boleto de pagamento deverá ter CPF ou CNPJ do beneficiário e do pagador, valor e data de vencimento, a Nova Plataforma de Cobrança exige o registro do boleto em um sistema único e acessível a todas as instituições financeiras.

Um dos principais objetivos da nova cobrança será o de reduzir o número de fraudes – que segundo o BACEN ultrapassou os R$ 400 milhões só no ano passado. A ideia é que, até dezembro de 2017, todos os boletos sejam emitidos na nova plataforma.

Veja, a seguir, como essa novidade impactará no mercado e em seu negócio. Confira!

Benefícios trazidos pela Nova Plataforma de Cobrança

O principal benefício do novo sistema é que, no caso dos boletos vencidos, o pagador não precisa ir até o banco emissor para quitar o seu débito. Com a nova cobrança, será possível pagar um boleto vencido em qualquer agência bancária ou canal de pagamento, sem a necessidade de solicitar a 2ª via do boleto para quitar a dívida.

A Nova Plataforma também evita erros em cálculos de multas e de encargos por atraso no boleto com registro, ou mesmo o pagamento em duplicidade.

Também não será necessário que o pagador envie cópias de comprovante de pagamento, pois o sistema informa ao beneficiário quem pagou, o que pagou e quando pagou, garantindo mais eficiência e transparência ao processo.

Novo custo do boleto com registro

No sistema antigo, o boleto sem registro utilizado na modalidade de boleto proposta, para o pagamento decorrente da eventual aceitação de uma oferta de produtos e serviços – opção bastante utilizada pelo segmento de e-commerce – não apresentava custo de emissão.

Nesse modelo, as empresas só pagavam a taxa de emissão quando o boleto fosse liquidado. Com a implementação da nova cobrança, todos os boletos deverão ser registrados previamente e esse registro ocasionará um custo que antes não havia para negócios como as lojas virtuais.

Implantação

Diante do grande volume de boletos emitidos no país – conforme a FEBRABAN são liquidados cerca de 3,7 bilhões de boletos bancários de venda de produtos ou serviços anualmente no Brasil – estabeleceu-se  um cronograma para a validação dos boletos na Nova Plataforma, ao longo do ano, de acordo com ondas de valor, conforme a tabela abaixo:

Faixa de valor

Data de inicio de validação

Igual ou superior a R$ 50.000,00

13/03/2017

Entre R$ 49.999,99 e R$ 2.000,00

08/05/2017

Entre R$ 1.999,99 e R$ 1.000,00

10/07/2017

Entre R$ 999,99 e R$ 500,00

18/09/2017

Entre R$ 499,99 e R$ 200,00

23/10/2017

Igual ou inferior a R$ 199,99

11/12/2017

FONTE: Febraban

Todo os bancos emissores fazem parte do projeto e vão manter as mesmas datas de validação. A aceitação de boletos vencidos em qualquer instituição financeira também obedecerá essas mesmas regras quanto à relação entre valor e data de implantação.

Para o pagador que tem em mãos boletos sem registro emitidos para o ano de 2017 e posteriores, nada irá mudar: eles continuarão válidos. A empresa beneficiária deverá entrar em contato com a instituição bancária para fazer o devido registro desses boletos.

A Nova Plataforma da Cobrança promete modernizar o processo de liquidação e compensação dos boletos bancários, garantindo mais controle, confiabilidade e segurança a essa modalidade de pagamento.

Atualização – 02/02/2017

A Febraban anunciou em 02/02/2017, uma alteração no calendário de início da vigência das alterações abordadas neste post. Verifique os novos prazos na tabela abaixo:

Faixa de valor

Data de inicio de validação

Igual ou superior a R$ 50.000,00

10/07/2017

Entre R$ 49.999,99 e R$ 2.000,00

11/09/2017

Entre R$ 1.999,99 e R$ 1.000,00

09/10/2017

Entre R$ 999,99 e R$ 500,00

09/10/2017

Entre R$ 499,99 e R$ 200,00

13/11/2017

Igual ou inferior a R$ 199,99

11/12/2017

FONTE: Febraban

Você pode conferir a matéria do Febraban clicando AQUI.

Atualização – 09/10/2017

A Febraban anunciou hoje, que as novas faixas de valores foram adiadas. A tabela abaixo tem as datas que foram divulgadas até então. Aqui você pode ler a divulgação oficial.

Faixa de valor

Data de inicio de validação

Igual ou superior a R$ 240.000,00

10/07/2017

Entre R$ 239.999,99 e R$ 50.000,00

21/07/2017

Entre R$ 49.999,99 e R$ 2.000,00

11/09/2017

Entre R$ 1.999,99 e R$ 1.000,00

Não definida

Entre R$ 999,99 e R$ 500,00

Não definida

Entre R$ 499,99 e R$ 200,00

Não definida

Igual ou inferior a R$ 199,99

Não definida

O que você achou dessa novidade? Sua empresa está se preparando para essa nova cobrança? Compartilhe sua experiência nos comentários!