Edson Santos, nosso Advisor
01/11/2017
Por que as planilhas financeiras ficaram para trás?
23/01/2018

Como adotar uma gestão financeira eficiente?

Descubra como adotar uma gestão financeira eficiente no post de hoje.

Manter a gestão das finanças em dia é um desafio da vida moderna. Isso vale tanto para pessoas físicas quanto para empresas e organizações. É preciso ter uma gestão financeira eficiente, controlar fluxo de caixa, manter os pagamentos em dia, saber a taxa de juros e controlar outros detalhes minuciosos e importantes, como inflação e gastos com fornecedores e sua operação.

Pensando nisso, vamos abordar, no post de hoje, algumas das principais ações que você pode tomar para adotar uma gestão financeira eficiente em seu negócio, acompanhe!

1. Tenha um plano de negócios coerente

Manter uma lista de metas é crucial. Saber onde você está e onde quer chegar nos próximos meses vai ajudar a manter o foco nas ações que realmente podem trazer mais resultados. Essa dica não serve apenas como fator motivacional, apesar de cumprir muito bem essa função.

Você deve manter um controle financeiro atualizado sobre seu capital de giro, investimentos, financiamentos, etc para monitorar sua posição financeira. Diariamente, é preciso saber quanto dinheiro há em sua conta empresarial, quantas vendas são feitas e quais são seus níveis de estoque.

É importante, também, revisar sua posição em relação aos objetivos estabelecidos em seu plano de negócios mensalmente, assim, você vai poder agir proativamente e não será pego de surpresa com falta de capital de giro, elevação de seus custos mensais, etc.

2. Certifique-se de que os clientes estão pagando seus débitos

Você pode enfrentar muitos problemas por conta de pagamentos atrasados, que é um dos pontos que tendem a prejudicar sua gestão financeira. Assim, para reduzir o risco de atraso ou mesmo a falta de pagamento, você deve tornar seus termos e condições de crédito bem claros desde o início.

Emita, portanto, faturas coerentes e precisas. Nesse ponto, o uso de um sistema de gerenciamento de pagamentos pode ajudá-lo a acompanhar a adimplência de seus clientes e, até mesmo, emitir mensagens SMS com lembretes sobre a data de vencimento dos débitos, a fim de reduzir os índices de atrasos por esquecimento.

3. Saiba quais são seus custos rotineiros e mantenha suas contas atualizadas

Muitas organizações acreditam que, para uma gestão financeira eficiente, é preciso saber como agir apenas no longo prazo. Entretanto, mesmo a mais rentável das empresas pode enfrentar dificuldades se não houver dinheiro suficiente para cobrir os custos rotineiros, como aluguel e salários.

Se suas contas não forem mantidas atualizadas, você vai perder dinheiro, e isso pode acontecer, também, caso não acompanhe os pagamentos atrasados ​​dos clientes ou se descuide sobre as datas em que precisa pagar seus fornecedores e funcionários.

O uso de um bom sistema de manutenção de registros ajudará a acompanhar as despesas, dívidas e credores. Atualmente, não é preciso fazer sua gestão financeira na ponta do lápis: existem aplicativos para celular e softwares de gerenciamento de finanças que podem, além de ajudar com o fluxo de caixa, servir como base para economizar tempo e custos de contabilidade.

4. Para uma gestão financeira eficiente, não esqueça de controlar seus impostos

A falta de cumprimento dos prazos para a apresentação de declarações fiscais e pagamentos pode incorrer em multas e juros. O planejamento tributário e o acompanhamento desses impostos é uma ação essencial para garantir que sua empresa opere dentro da lei e não corra o risco de pagar multas altas, ou até mesmo fechar suas portas. 

5. Seja eficiente no controle de despesas gerais

O seu negócio está operando com força máxima? Você e seus funcionários estão usando o maquinário disponível da maneira mais eficiente? Como está a satisfação e o clima na empresa? Pode não parecer, mas tudo representa dinheiro no mundo corporativo.

É preciso estar atento aos custos invisíveis e saber como reduzi-los ou mantê-los sobre controle. Tenha em mente, portanto, que um escritório gasta, também, com aquecimento, iluminação, equipamentos de escritório e ar condicionado, por exemplo.

Assim, para não se embaralhar com as contas, é preciso ter uma gestão financeira efetiva e coerente. Tenha controle do seu fluxo de caixa. Organize e categorize as saídas e entradas de dinheiro. Saiba quais montantes servem para investimento e quais são para pagamento de pessoal. Tenha todos os gastos registrados e especificados, as datas em que foram realizados e quais são os futuros prazos para entrar e sair dinheiro.

Independentemente do tamanho do negócio, uma gestão financeira eficiente é a base para garantir a sustentabilidade de sua operação. Adotar controles e uma solução financeira para auxiliar no gerenciamento de tudo isso ajuda o empreendedor a organizar suas finanças de modo mais ágil e assertivo.

E na sua empresa, você já utiliza esses recursos para garantir uma gestão financeira eficiente? Quer saber mais sobre os benefícios do sistema PagueVeloz? Deixe sua mensagem nos comentários ou entre em contato conosco!